GP do Brasil cancelado e carnaval 2021 em SP adiado

A prefeitura da cidade ainda não definiu uma nova data para o desfile das escolas de samba e dos blocos de rua. Há propostas para que a festa seja transferida para maio ou junho.




Carnaval

Carnaval em São Paulo foi adiado oficialmente pela prefeitura nesta sexta-feira. Não há data certa definida, mas escolas de samba sugerem que a festividade ocorra depois de maio de 2021 Na Bahia, o prefeito de Salvador também estuda adiar a folia, de acordo com o G1.

O carnaval de São Paulo é um dos maiores do país. Neste ano, cidade bateu recorde de público e do número de blocos: foram mais de 15 milhões de foliões nas ruas e 600 blocos. A prefeitura gastou R$ 36,6 milhões, e houve um retorno financeiro de R$ 2,3 bilhões para a cidade.


O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, Zona Sul de São Paulo, nesta sexta-feira (24).

“Estamos definindo tanto com os blocos quanto com as escolas e com as outras cidades a nova data que deve se dar a partir de maio do ano que vem. Muito dificilmente ocorrerá em junho porque coincide com os festivais de São João no Nordeste. Estamos definindo ou final de maio, ou começo de junho para realização do carnaval na idade de São Paulo”, afirmou Covas.

Em Salvador, o prefeito também estuda adiar o carnaval para julho. No Rio de Janeiro, as escolas esperam tomar uma decisão em setembro sobre a data dos desfiles. Representantes das agremiações e da Liesa alegam que sem vacina contra a Covid-19 é impossível realizar o espetáculo em segurança.

O presidente da Liga de São Palo, Sidnei Carriuolo, se reuniu com os representantes das escolas de samba do Grupo Especial e de Acesso, e levou a proposta de mudança de data para a prefeitura. Ele disse ao G1 que a decisão precisou ser tomada agora para as escolas se prepararem a tempo de garantir o desfile. Mas, mesmo assim, o público pode esperar um carnaval diferente de anos anteriores.

Fora do calendário da F1: Por causa da pandemia, GP do Brasil não será realizado este ano. Todas as corridas do continente americano foram canceladas.

O anúncio da inclusão de três novas corridas na Europa – GPs de Portugal, Emília-Romanha e Eifel – também confirmou nesta sexta-feira (24) o cancelamento de três outras que estavam previstas no calendário original da temporada 2020 da Fórmula 1. A direção da categoria não vai fazer a perna das Américas, o que significa dizer que o GP do Brasil não vai acontecer neste ano.

Além da etapa brasileira, os GPs dos Estados Unidos, anteriormente marcado para 25 de outubro, e o do México, que aconteceria na semana seguinte, em 1º de novembro, estão cancelados.

A reboque, também foi rifado o GP do Canadá, que até tinha condições de receber a etapa neste fim de ano, mas não era justificável, em termos logísticos, para a Fórmula 1.

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.